Meu Deus eu Creio, Adoro, Espero e Amo-Vos. Peço-Vos perdão para todos aqueles que não creem, não adoram, não esperam e não Vos amam.

Translate

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Translate Formação Católica

26 março 2018

QUEM PODERÁ ODIAR O PECADO SE O AMOU ATÉ A HORA DE SUA MORTE


QUEM PODERÁ ODIAR VERDADEIRAMENTE O PECADO SE O AMOU ATÉ A HORA DE SUA MORTE - SANTO AFONSO MARIA DE LIGÓRIO.

Santo Afonso de Ligório: Ao pecador à hora da morte lhe afligirão as dores de consciência

Um dia, vendo Jesus de longe a cidade de Jerusalém, a cidade onde os judeus haveriam de tirar sua vida, derramou lágrimas sobre ela: Videns civitatem, flevit super illam. Ele considerou  a punição esperada e previu: Circumdabunt te inimice tui vallo.

Cidade infeliz! Há de ver um dia cercada por inimigos que te devastarão e não vão deixar pedra sobre pedra de todas essas torres arrogantes que te defendem, e dos magníficos edifícios que servem de ornamento. Figurada está nessa cidade infeliz, a alma do pecador, que no momento da morte será cercada por inimigos de todos os tipos.

Estes inimigos são:

• As dores de consciência.
• Os demônios que assaltam.
• Os temores de morte eterna.

Ponto 1
Ao pecador à hora da morte lhe afligirão as dores de consciência.

Os pecadores infelizes que vivem no pecado morrerão de morte violenta, como disse Jó (XXXVI, 14): Morietur in tempestate anima eorum. Com ela lhes ameaçou Deus de antemão por Jeremias com estas palavras: Tempestas erumpens super  caput impiorum: A Tempestade, rompendo a nuvem, cairá sobre a cabeça dos ímpios. (Jer. XXIII, 19).

No início da doença,  não se aflige nem teme muito o pecador, porque, em seguida, parentes, amigos e médicos, todos dizem, por unanimidade, que não será nada, e com tais declarações o enfermo se lisonjeia e espera. Mas quando a doença se torna grave, e começa a manifestar sintomas malignos anunciando que a morte está chegando,  é quando começa a tribulação que ameaça  Deus os pecadores: Cum interitus quasi tempestas ingruerit: A morte vai cair em cima como tribulação. (Prov. I, 27).